FR EN DE ES IT PT
Há algum tempo, a equipe do Retrô está preparando todo um conjunto de melhorias gráficas para facilitar a visualização dos itens. Venham descobrir o que Dusk tem a dizer sobre o assunto.

Olá, pessoal!

Para quem não me conhece, eu sou o [DUSK] e, desde que DOFUS Retrô saiu, eu cuido de todos os aspectos relacionados ao design gráfico do jogo. Muito prazer!

Como vocês devem ter percebido na produção da versão 1.32, nós mexemos na aparência de vários elementos.

O objetivo principal era deixar o jogo mais claro e mais vivo. Assim, os Totens do Darkli Moon apareceram, alguns feitiços corpo a corpo foram acrescentados e colocamos sprites diferentes para as 3 categorias principais das pedras de alma.

Só para lembrar, confiram aqui um resumo do que eu estou falando:

(Na ordem: Pedra de Alma, Pedra de Alma de Arquimonstro e Pedra de Alma de Guardião de Calabouço)

 

A grande maioria de vocês foi a favor dessa mudança que unia o útil ao agradável, então decidimos seguir esse caminho.

Em DOFUS Retrô, existem muitos itens com a mesma aparência, o que deixa algumas transações confusas e, nos piores casos, até perigosas se o jogador não prestar atenção. Não deveria existir ambiguidade em cada venda de Madeira de Olmo ou de mascotes no canil.

É pensando nisso que hoje eu tenho o prazer de dar a vocês uma palinha do que vai aparecer na próxima grande atualização do jogo!

Pergaminhos

Já aconteceu de vocês irem às compras no seu mercado favorito e constatarem, decepcionados, que quase todos os pergaminhos são idênticos? Felizmente seus problemas acabaram: vamos modificar a maior parte deles um por um.

Vejam o que acontece, por exemplo, quando se usa um pote de tinta nos pergaminhos de canil:

(O pergaminho à esquerda é a referência usada para mais de vinte mascotes. Será que vocês consegue adivinhar de quem são esses pergaminhos novos?)

 
Na mesma linha de pensamento, nunca aconteceu de vocês se enganarem quando saem clicando que nem alucinados nos seus pergaminhos de característica? Agora não tem mais desculpa, porque cada nível de poder é indicado:

Uma pequena seleção de alguns pergaminhos de experiência que vocês já devem conhecer:

(O pergaminho à esquerda é a referência atual para todos esses pergaminhos)

 

Certificados de montaria

Esse é um assunto que me interessa particularmente. Ter que passar por todos esses certificados pode dar uma trabalheira quando a gente está procurando uma montaria. Por mais que essa mudança não seja uma alternativa real a um sistema de busca mais sólido, ela tem o mérito de melhorar a legibilidade dos certificados, como no caso das pedras de alma.

Chega de conversa, vamos para uma amostrinha:

(O certificado à esquerda é a referência atual para mais de cinquenta raças, é fácil se perder!)

 

Runas de forjamagia:

Segundo os relatórios dos nossos mestres forjamagos, às vezes é difícil distinguir as runas principais. Dada a natureza desses itens, é importante achar uma solução elegante, inteligente e, acima de tudo, pertinente. Então não é bem um resultado que eu vou mostrar, e sim algumas pesquisas para vocês darem suas sugestões ou impressões.

Para quem não está por dentro dos meandros da profissão, mudar de runa de base na janela de troca pode ser duro, porque a única coisa que as distingue hoje é a quantidade de fragmentos ao redor delas.

Apesar de ser complicado projetar como elas podem ficar no inventário a partir de uma imagem, depois de escolhida a direção, podemos brincar com as tintas e outros aspectos para marcar mais a diferença.

(Nesta imagem, quatro pesquisas: (1) um degradê com a cor da runa em tons claros; (2) uma runa cada vez mais escura para simbolizar a concentração de energia devido ao poder, realçando sua cor; (3) um degradê com a cor da runa em tons escuros; (4) fazer as cores da runa transbordar para os próprios fragmentos).

Alguns consumíveis e recursos

  • Cradulo: "Eu compro sua Madeira de Olmo!"
    *Cradulo lança a transação*
  • IoPMiLGrAu: "Tá, clica em aceitar"

E foi assim que Cradulo foi ludibriado e comprou um pacote de Madeira Encantada a preço de ouro. IoPMiLGrAu já está bebericando as lágrimas de Cra derramadas sobre a transação.

Se essa história já aconteceu com você, vai sentir um alívio de saber que criamos dois desenhos exclusivos para a Madeira de Olmo e a Madeira Ancestral. Assim vai ser fácil saber quando um charlatão está de olho nos seus kamas.

(Na ordem: Madeira Encantada, Madeira Ancestral, Madeira de Olmo e Saco de Madeira de Olmo)

Também quero mostrar uma parte das novas poções de esquecimento de profissão, que são, convenhamos, mais adequadas à função delas…

(À esquerda, a referência atual para todas as poções desse tipo)

Assim como no caso dos pergaminhos de características, revisamos as poções de forjamagia para tentar diferenciar mais os 3 poderes de cada categoria:

Também vamos intervir nos pergaminhos de feitiços... mas me sopraram aqui que eles não vão ficar prontos a tempo da publicação deste devblog. Que pena, vamos ter que esperar.

Talvez seja muita coisa para digerir, mas a equipe e eu estamos muito animados para ver a reação de vocês. É um trabalho de longo prazo, mas tenho certeza de que os fãs do Retrô vão adorar!

Apresentação de um conceito a discutir: sistema de aparências de montarias.

Como vocês sabem, no lançamento do Retrô, nos compromentemos a não intervir no conteúdo do jogo, e podemos garantir que a nossa posição não mudou. Como devem ter percebido por este devblog, estamos sempre procurando meios de trazer novidades a partir dos elementos antigos a fim de melhorar o jogo e deixá-lo mais vivo.

Assim como vocês, DOFUS fez parte da minha infância, e alguns mitos que resistem ainda me deixam de cabelo em pé e me fazem sorrir. É sempre muito admirado que eu acompanho a evolução deste:

Existia ou não existia um baú com 1 milhão de kamas na caverna com os azulejos "D O F U S"?

Sabiam que um jogo de cartas colecionáveis chegou a ser cogitado?

E ainda mais doido: quando as montarias foram concebidas, várias criaturas desempenharam esse papel antes do Dragoperu! Uma sessão de arqueologia me fez descobrir que o Arvraknídeo, o Papatudo e o Tabi, essa criatura supermítica, já foram candidatos a seu fiel alazão.

E se, em um universo paralelo, a gente cavalgasse no lombo dessas criaturas? Não é desperdício limitar uma mecânica de jogo a uma única aparência?

Foi essa ideia absurda que eu pus em prática neste trabalho de restauração. Em um primeiro momento para mostrá-la à equipe e, depois, à comunidade, para só então descobrir como implementá-la no jogo do jeito menos intrusivo possível ao gameplay.

Bolamos, então, um sistema de aparência para as montarias (não sem pensar nos arreios) exclusivamente para o Retrô. Ele não modificará as características da sua montaria, só o visual dela.

Ela assumirá as características de algumas criaturas emblemáticas do jogo para vocês darem asas à imaginação na hora de criar seus personagens, como acontece com as mascotes. Como um exemplo vale mais que mil palavras, eis um esboço do que vocês podem encontrar:

Estamos muito contentes com o resultado e seria um prazer para nós proporcioná-lo a vocês, contanto que vocês estejam tão animados quanto nós para correr o Mundo dos Doze de um jeito novo. Não deixem de dividir conosco suas expectativas, sugestões, opiniões, temores, entusiasmo, qualquer coisa que vier à cabeça.

[DUSK]

Catégorie: Graphisme