FR EN DE ES IT PT

A aventura está a mil em DOFUS desde que Pandala voltou tinindo de nova. Como se a ilha mítica do Mundo dos Doze tivesse acordado com tudo depois de um longo sono de beleza… Mesmo assim, não vá correndo com tudo para as novas armadilhas feito um Iop: leia antes a visita guiada em seis... sete escalas da Agência de Turismo. Hoje, vamos improvisar um pequeno panorama da fantasmagórica Ilha de Grobe!

Vocês a pediram com muito fervor. A ilha maldita... Sua sede de sensações não tem limites, ao ponto de levar você a arriscar sua vida nas terras situadas a nordeste de Pandala. Muito bem! Foi você quem pediu. Mas não vai adiantar vir voando pra debaixo das nossas asas quando você estiver cara a cara com os aterrorizantes espectros que assombram essa região!

AS RUÍNAS DA PONTE

O acesso à Ilha de Grobe é atrvés de Terradala por um barco conduzido pelo Barqueiro. A estátua da fênix, vigilante da ponte em ruínas, ajuda a dar o tom por, como dizem, ajudar certas almas a retomar seus corpos. Boas vindas à morada dos mortos.

 

O ACAMPAMENTO DOS ASSASSISPÍRITOS

Para acabar com a maldição lançada a partir do Monte das Tumbas pelo terrível Dark Vlad, que deixou os espectros pandalianos particularmente agressivos, alguns habitantes da Ilha de Grobe assumiram uma missão: caçar os fantasmas. Seu método, no entanto, é no mínimo radical, pois consiste em destruir o elo estabelecido entre os espectros e o Plano Material, o que causaria a eliminação das assombrações. Simples, básico.

Dizem que a ideia veio de uma Pandawa a quem Nasumara teria oferecido uma katana. O ferreiro dela, especialista na confecção de armas destinadas a acabar com espectros, despertou nela um desejo incessante de chutar o traseiro desses fantasmas de comportamento discutível. Pra ser sincero, nunca é agradável ser insultado ou cuspido por uma assombração que, sem nenhum motivo aparente, possui uma higiene bucal bastante duvidosa.

A CABANA DO MIAW NEGRO

Temos a tendência a acreditar que os espectros estressados são as piores coisas que a Ilha de Grobe abriga. Engano seu! Na parte baixa da ilha pode-se encontrar uma pequena cabana coberta de bambus, como que enterrada na pedra. Se o corvoc mal-encarado lhe oferecer uma recepção das mais frias, empoleirado na sua estatueta de miaw, com metade do corpo coberto pela bruma. saiba que isso não é nada comparado que a proprietária do lugar tem reservado para você... Uma feiticeira, dizem... Se acreditarmos no que circula por aí sobre ela... ela estará mais morta do que viva e capaz de neutralizar, de maneira temporária, a maldição do Dark Vlad. Uma companhia da qual é preferĩvel se manter afastado!

TUMBA DO XOGUM TOFUGAWA

Também chamado de "Cavaleiro de Bruma", esse Xogum foi o último senhor da guerra do clã Tofugawa. Hoje, é na sua forma espectral que ele comanda com mão de ferro um exército de manes pandawas especialmente agressivos, graças à maldição lançada pelo Dark Vlad.

A ESTRADA DOS MORTOS

Talvez você já esteja trilhando essa estrada, mesmo sem nem saber. Invisível, ela atravessa a ilha de ponta a ponta e permite às almas dos mortos alcançar o rio Akeranzu, para depois poderem passar para outras dimensões, nas quais elas poderão, enfim, tomarem o caminho do Mar de Pó, situado em Externam. Um verdadeiro périplo que nos lembra mais uma vez que uma alma errante está longe de estar descansando!

Dizem que beber o elixir fabricado pelos Passadores permite visualizar essa estrada. Mas se você não estiver preparado(a) para engolir uma bebida de sabor duvidoso, vai precisar contar com a sorte e com a boa vontade da lua. De fato, nas condições certas, o astro da noite consegue desvelar esse último caminho...

 

O CUME MALDITO

Foi aqui que se desenrolou o início de todo o problema. Do topo desse cume, situado ao lado do Monte das Tumbas, Dark Vlad lançou a maldição que despertaria, e deixaria com aquele mau humor, milhares de espectros pandalianos. Se não fosse por isso, a presença deles não seria um problema. Eles se contentariam com fazer a proteção das suas tumbas. É... tá bom, sempre tem um ou dois que às vezes se divertem assustando algum visitante perdido. Já hoje, a maioria deles ataca qualquer um que ousar se aventurar na ilha... Lembre-se disso e pense bem da próxima vez que for acordar sua cara-metade!

O local, assim como o Iop que causou esse flagelo, arde em brasas permanentemente. Segundo dizem, o fogo verde que emana da rocha exala gases especialmente nefastos. É por isso que não é possível chegar até esse local sem estar equipado com uma proteção mágica.

 

A MORADA DOS ESPÍRITOS

Este antigo santuário, dedicado à deusa do arroz, Inali, é assombrado por Yokais tão estranhos quanto assustadores. Sua guardiã, a Kitsune de nove caudas, Kumihu, possui pelo menos 1.100 anos! Isso confere a ela uma certa autoridade e garante o respeito dos Yokais de Grobe, além de alguns Kitsus de Pandala.

A FORJA SEPULCRAL

Não longe do acampamento dos Assassispíritos, nas alturas do Monte das Tumbas, encontra-se uma forja com poderes surpreendentes. Diz a lenda que mesmo a lâmina mais ridícula de uma faca de passar manteiga, se tiver sido forjada ali, seria capaz de vencer os espectros do exército das brumas. Lembre-se, esses guerreiros fantasmagóricos comandados pelo defunto senhor da guerra Xogum Tofugawa, são os manes pandawas que, perturbados pela maldição que o Dark Vlad lançou sobre eles, têm a irritante tendência à pegar no pé da primeira pessoa que encontrarem... Quanto à forja, a criadora desse processo extraordinário não podia ser outra senão a própria Nasumara, a mesma que direcionou a Pandawa para a origem dos Assassispíritos.

A PAGODA DOS DEUSES DOS ANCESTRAIS

Este templo foi erguido em honra a Melazutam, divindade dos ancestrais. Se desejar lhe enviar algumas orações, tenha o cuidado de falar bem alto. De fato, esse deus é surdo como uma porta ao ponto de precisar usar uma corneta acústica para ouvir melhor as orações dos seus fiéis!

Nosso pequeno tour da Ilha de Grobe terminou! Tudo... bem? Tá aguentando aí? A gente avisou: arrepios garantidos! Até a semana que vem para a parte final da nossa pequena escapada: Plantala. Novos esboços e estudos originais serão revelados!

Enquanto isso, desejamos-lhe uma boa estadia nas terras pandalianas. E não se esqueça: o Leite de Bambu deve ser consumido com moderação... e não se deve acordar um espectro que dorme como um tronco de arvraknídeo!

YouTube
Gerenciamento de cookies